25 maio 2010

Deus existe? Ele mesmo responde!

01Salve, leitor amigo do Pimentas!

Outro dia, num post muito interessante, nosso amigo Guilherme falou sobre a inexistência de Deus. Fez isso de forma inteligente, respeitosa e sem plumas e paetês, não gastou nem desgastou. Foi direto ao ponto e falou com propriedade.


Eu penso diferente, mas com o texto dele nas mãos eu fui perguntar pra Deus o que ele tinha a declarar. Deu nisso:


Eu: O Senhor me dá licença?

Deus: Claro, pode passar.

Eu: Mas eu não vou a lugar nenhum, eu queria falar com o Senhor.
Deus (rindo): Eu sei, filho. Fiz uma piada! 

Eu: Ah, tá... entendi. O Senhor hoje está de bom humor, pelo visto.
Deus: Eu sempre estou de bom humor, filho. Imagino que você veio falar sobre o texto do Guilherme.

Eu: Não gosto quando o Senhor começa a adivinhar as coisas, assim. Fico me sentindo meio inútil na entrevista.
Deus: Eu sei como é isso. As vezes também me sinto assim.

Eu: O Senhor se sente inútil? Como é que pode ser isso?
Deus: Simples, filho. Em alguns casos, eu não sou necessário.

Eu: Tá bom, Senhor. Dá pra esclarecer?
Deus: Vamos aos fatos. Já notou que algumas pessoas seguem os meus mandamentos mesmo sem crer em mim?

Eu: Prossiga.
Deus: Veja quantas pessoas fazem o melhor que podem por si e por seus semelhantes, sem jamais ter entoado uma linha sequer de súplica, ou oração. Quando eu vejo isso, as vezes me sinto um pouco inútil, mas é em muito bom sentido. Eu queria mesmo era ser totalmente inútil, se isso significasse que vocês cuidariam uns dos outros, e amariam uns aos outros como eu faço todo dia, he.

Eu: Entendi, eu acho. Faz algum sentido pra mim. Então, pelo visto, o Senhor não faz questão de créditos no final dos milagres.
Deus: Nunca fiz.

Eu: Mas então porque tantos efeitos especiais, tantas coisas colossais, tantos feitos... e porque entregar um filho em sacrifício, oras?
Deus: Um pai ensina por seus atos e por seus exemplos. Eu lhes dei vários deles. Mostrei a vocês o que eu espero de vocês para vocês mesmos. Você por algum instante concebeu que eu realmente precisasse de louvores, gente caindo de joelhos aos meus pés e coisa assim? Eu não preciso disso, filho. Sou onipresente, onisciente, onipotente. Eu poderia ter tudo isso, se fosse meu objetivo. Bastaria querer, mas não é por aí. 

Eu: Hmm... então, Deus não precisa de louvores?
Deus: Precisar, não preciso. Gosto, mas não preciso. Sou um Pai que gosta de sentir a confiança de seus filhos. Mas não preciso disso para amá-los.

Eu: Bom... e quanto ao texto do Guilherme, que mostra vários aspectos que contradizem sua existência?
Deus: Eu gostei do texto.

Eu: Assim, na seca? Gostei e pronto?
Deus: Sim. Eu gostei.

Eu: Mas o Senhor não se importa em ser negado? 
Deus: Filho... desde que vocês façam uns pelos outros o que eu faria, o que meu Filho fez... porque eu haveria de ficar triste? Não os criei para satisfazer meu ego, e sim para que herdassem o que prometi. Ainda que não me vejam, não me reconheçam, não me queiram por perto, Eu estarei entre vocês. Estou na caridade, na ajuda ao próximo, no conforto e no amor. Tanto de quem conforta, quanto de quem é confortado. Minha centelha brilha em cada gesto de fraternidade, seja ele vindo do mais convicto ateu ou de meu mais fervoroso filho. Nada me faz mais feliz do que ver a mão do homem estendida ao próprio homem, em fraternal gesto. Eu vivo e existo no coração do homem, no amor do homem pela humanidade. Pra mim, está muito bom.

Eu: Eu já lhe disse que o Senhor sempre me surpreende?
Deus: Já. Mas eu já sabia antes de você dizer.

Eu: Essa conversa me lembra aquele gordinho... como era mesmo o nome?
Deus: Buda.

Eu: Isso...
Deus: Sei do que você está falando. É daquela história sobre Buda explicar a Bíblia, não é?

Eu: É claro que o Senhor sabe, hehe... é uma das minhas favoritas.
Deus: Jesus também se diverte com essa história.

Eu: Hmm?
Deus: Num dia, Buda foi desafiado a explicar a Bíblia equilibrado num só pé, sem cair. Colocou-se de pé, equilibrou-se e disse: Ama. Sentou-se novamente, e foi questionado por alguém que disse: Mas é só isso? E Buda respondeu: Sim, todo o resto é só pra ilustrar esse conceito. Jesus se diverte muito ao imaginar as carinhas de quem ouviu isso, hehe.

Eu: Então, em suma, o Senhor existe ou não?
Deus: Você me vê, fala comigo. Pauta parte de suas ações tentando seguir alguns de meus preceitos, imaginando o que eu pensaria a respeito. Logo, para você, eu existo. Para outras pessoas, eu não existo e é só isso. Mas algumas pessoas que não creem em mim me levam e me mostram ao mundo em atitudes e sentimentos. Então, mesmo que elas não estejam preocupadas com isso, eu existo ali. E assim caminha a humanidade.

Eu: Isso não é uma música do Lulu Santos?
Deus: É. Eu gosto de muitas músicas dele. Mas prefiro o Frank Sinatra.

Eu: Eu até poderia passar sem essa, mas... quando o Senhor gosta muito de um artista, traz pra cá?
Deus (gargalhando): Não, filho! Eu vou ao show, como qualquer um de vocês! Mas normalmente, não pago ingressos... agora vá, filho.

Eu: Mas, Senhor... a conversa tá boa...
Deus: Eu também acho. Mas não se esqueça das panelas...


Enfim... abração pra ti, leitor amigo! Vou dar um jeito nas panelas torradas em cima do fogão!

11 comentários:

  1. HAHAHAHAHAHAHA... Bacana!
    Que bom que ele não se ofendeu. :P

    Mas o que mais gostei no texto foi que devemos deixar bem claro que a Bíblia, nem de perto, é uma referência de moral ou do que é certo ou errado.

    Não precisamos de um amigo imáginário para podermos ser bons e contribuir de forma positiva com o mundo. Nunca precisamos. Nem mesmo em tempos antigos.

    Ao contrário do que muitos pensam, existem tantas pessoas que usam deus para justificar atos nocivos contra 'inimigos'. A religião é um mal para a sociedade.

    E, para finalizar, essa foi sua conversa com o deus cristão. rs. Depois precisamos de entrevistas com todos os outros deuses de outras religiões e culturas. rs

    Abraço a todos!

    ResponderExcluir
  2. Participe da campanha "Música em troca de Fraldas", que visa ajudar às crianças desabrigadas pelas chuvas no RJ:

    Música em troca de Fraldas

    ResponderExcluir
  3. Jó queria falar com Deus... e Deus falou com Jó?
    ficamos antes com as palavras de um AMIGO:

    Jó 15,1-16 (NTLH) PAULINAS Pág: 595

    "Jó um sábio não responde com palavras ocas, não fica inchado com opiniões que não valem nada. Um sábio não falará palavras inúteis, nem se defenderia com argumentos sem valor. MAS VOCÊ QUER ACABAR COM O SENTIMENTO RELIGIOSO; SE DEPENDESSE DE VOCÊ, NINGUÉM ORARIA A DEUS. Você fala assim por causa do seu pecado e procura enganar os outros com suas palavras.
    Eu não preciso acusá-lo, pois as suas próprias palavras o condenam. Você está pensando que é o primeiro ser humano que nasceu? Por acaso você veio ao mundo antes das montanhas? SERÁ QUE VOCÊ CONHECE OS PLANOS DE DEUS? SERÁ QUE VOCÊ É SÁBIO? SERÁ QUE VOCÊ SABE AS COISAS QUE "NÓS" NÃO SABEMOS OU COMPREENDE AS COISAS MELHOR QUE NÓS?
    O que sabemos nós apendemos com pessoas idosas, que nasceram antes do seu pai. Por que você não quer aceitar o consolo que Deus lhe oferece? EM NOME DELE NÓS FALAMOS DELICADAMENTE COM VOCÊ...
    Porque você se deixa levar pelo seu coração? Porque esses olhares de ódio? Por que essas revolta, essa ira contra deus? Por que você se queixa assim? Será que alguém pode ser puro? Poderá alguma pessoa ser correta diante de Deus?
    Se Deus não confia nos anjos, E NEM O CÉU É PURO AOS SEUS OLHOS que diremos do ser humano, imundo e nojento que bebe o pecado como se fosse água.

    ResponderExcluir
  4. Ideia Dez,
    Obrigado! Fico imensamente feliz em saber que vocês gostaram!
    Abração!

    Guilherme,
    Veja só como são as coisas: mesmo aqui na página de comentários há um que se enquadra nas suas palavras. Mas, fazer o que, né?
    Quanto a sua sugestão, eu topo, vâmo cair pra dentro, porque não (Zina mode on). Vamos trabalhar nisso o quanto antes.
    Abração pra ti!

    Bleffe,
    Parabéns pela iniciativa. Torço pelo sucesso da banda e da campanha também!
    Abração pra vocês!

    ResponderExcluir
  5. Ah, só pra constar:
    28/05/2010, 12:01. Estou em dia com os comentários que valem a pena, de pessoas que valem a pena. Abração pros amigos.

    ResponderExcluir
  6. APCALIPSE 20:11-12
    11 Então vi um grande trono branco e aquele que está sentado nele. A terra e o céu fugiram da sua presença e não foram vistos mais. 12 Vi também os mortos, tanto os importantes como os humildes, que estavam de pé diante do trono. Foram abertos livros, e também foi aberto outro livro, o Livro da Vida. Os mortos foram julgados de acordo com o que cada um havia feito, conforme estava escrito nos livros.


    Segundo os estudos teológicos existirão quatro tipos de julgamentos...
    1 o livro do judaismo
    2 o livro do islamismo
    3 o cristianismo
    4 aqueles Q não conheceram a Deus
    tá bem claro na bíblia que quem não conhece a Deus será julgado conforme suas ações...
    e quem aceitar Jesus verdadeiramente estará com seu nome escrito no livro da vida e o mesmo Jesus ira julgar através dos outros livros o convertidos ao judaismo e ao islamismo....
    Assim como aqueles que não conheceram a palavra.

    ROMANOS 2
    1 Meu amigo, não importa quem você seja, você não tem desculpa quando julga os outros. Pois, quando você os julga, mas faz as mesmas coisas que eles fazem, você está condenando a você mesmo. 2 Nós sabemos que Deus é justo quando condena os que fazem essas coisas. 3 Mas você, que faz as mesmas coisas que condena nos outros, será que você pensa que escapará do julgamento de Deus? 4 Ou será que você despreza a grande bondade, a tolerância e a paciência de Deus? Você sabe muito bem que ele é bom e que quer fazer com que você mude de vida. 5 Mas o seu coração é duro e teimoso. Por isso você está aumentando ainda mais o castigo que vai sofrer no dia em que forem revelados a ira e os julgamentos justos de Deus, 6 pois ele recompensará cada um de acordo com o que fez. 7 Deus dará a vida eterna às pessoas que perseveram em fazer o bem e buscam a glória, a honra e a vida imortal. 8 Mas fará cair a sua ira e o seu castigo sobre os egoístas e sobre os que rejeitam o que é justo a fim de seguir o que é mau. 9 Haverá sofrimentos e aflições para todos os que fazem o mal, primeiro para os judeus e também para os não-judeus. 10 Mas Deus dará glória, honra e paz a todos os que fazem o bem, primeiro aos judeus e também aos não-judeus. 11 Pois ele trata a todos com igualdade. 12 Todos aqueles que pecam sem conhecer a lei de Deus se perderão sem essa lei; mas todos aqueles que pecam conhecendo a lei serão julgados por ela. 13 Porque as pessoas que Deus aceita não são aquelas que somente ouvem a lei, mas aquelas que fazem o que a lei manda. 14 Os não-judeus não têm a lei. Mas, quando fazem pela sua própria vontade o que a lei manda, eles são a sua própria lei, embora não tenham a lei. 15 Eles mostram, pela sua maneira de agir, que têm a lei escrita no seu coração. A própria consciência deles mostra que isso é verdade, e os seus pensamentos, que às vezes os acusam e às vezes os defendem, também mostram isso. 16 E, de acordo com o evangelho que eu anuncio, assim será naquele dia em que Deus, por meio de Cristo Jesus, julgará os pensamentos secretos de todas as pessoas.

    ResponderExcluir
  7. Monete,
    Ainda que voce tenha identificado em mim o Dourado da sua vida, desista: você não vai fazer parte dela. Em vez de ficar procurando meus posts pra me encher o saco, "seje home" e nos processe, conforme o desafio que lhe foi feito nesse post aqui: http://www.pimentasnoreino.com/2010/04/nosso-blog-e-homofobico.html .
    Fica aí igual aquelas ressentidas que levaram um passa fora, copiando e colando (agora até a bíblia...). Vai procurar um homem que te queira na vida, sô. Minha praia é outra, e nela você não entra.

    ResponderExcluir
  8. fim de comentário... (by)
    Criatura... D Deus! Vc me acusou D analfabeto... bicha D banheiro no POST Q “carinhosamente” leva minha foto. Agora diz Q estou “dependente” de vc... affffff... NÃO IREI TRANFORNAR MINHA VIDA (q é um sonho) EM UM PESADO...
    Eu continuo me divertindo com tudo. (PORQUE) EU NÃO SOU DATILÓGRAFO! ENTENDA: eu não tenho obrigações... (me importo c/ o tema e ñ c/ o datilógrafo).
    Todo DATILÓGRAFO tem o “dever” de ñ confundir as pessoas trocando o conceito cristão de segunda chance com o conceito tão “sublime” de anti-heroi... (mesmo Q essa sua profissão todos possam exercer)kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Importante!!!!!
    Sua jornada é egoísta.... POBRE ÍCARO.... (ñ tem consciência das suas falsas asas?) – Ele ñ queria ajudar... ele queria mesmo eraVOAR... TOCAR NO SOL... (ego maldito).
    Vc direciona o seu “telos” para limpar (compulsivamente) o mundo de pessoas como você....
    Agora lembrei do capitão do mato de sinhá moça... Ninguém entende o bichinho!!!
    Agora entendi sua crítica “as mal amadas” da Rede TV...

    ResponderExcluir
  9. Monete,
    Quanto mais você fala, mais eu me convenço que você tá viajando em mim. Desista. Vá procurar homem noutras paragens. E vá fazer um curso de digitação, coisinha mais burrinha.

    ResponderExcluir
  10. O problema não está na crença da existência ou não de Deus, pois se existimos é porque algo nos criou. O problema está na NATUREZA do criador. O Universo é INFINITO, portanto, nada pode criar o Infinito, uma vez que nada pode ser maior que ele. Então só nos resta uma alternativa: O próprio Universo é o criador. Mas para isso ele deve ser um CAMPO INFINITO DE ENERGIA (e cada dia se prova isso cientificamente). Uma Energia regida por uma linguagem matemática, logo INTELIGENTE, mas não Consciente, pois não faz sentido a existência de um ser que não conhece sua própria dimensão, já que é infinito (pelo menos, segundo Huberto Rohden esta forma de consciência que conhecemos). Para quem quer se aprofundar neste assunto escrevi o livro O MITO DO DEUS PAI publicado pela Editora Biblioteca 24X7 que discute o Universo Inteligente, senhor de sua própria criação. Entretanto, este não é um livro materialista, pois mostra que somos quantidades ínfimas de energia gerada pela vibração da Inteligência Infinita até adquirimos consciência através das sucessivas reencarnações em corpos materiais até evoluirmos para Seres Superiores (Espíritos de Luz).
    Infelizmente, este é um assunto sobre o qual as pessoas se recusam a falar e até a pensar. Elas têm medo, horror mesmo do desconhecido e isso leva ao comodismo de aceitar as explicações burlescas dos religiosos inclusive de que quando se sofre é por que o deus pai gosta muito de nós e está nos pondo a prova para ver nossa o grau de nossa fé. Esta é a desculpa que os religiosos têm par justificar a miséria humana. Como psicanalista em formação posso assegurar que esta é uma atitude de transferência dos nossos pais biológicos que nos protege quando criança para um pai mais poderoso que nos protegerá quando adultos. Esta é a razão pela qual nossos antepassados tomaram os extraterrestres que assomaram em nosso céus como deus e sua comitiva de anjos que vieram trazer justiça à Terra, fazendo prosperar os bons e aniquilando os maus, imagem esta bem retratada nos textos bíblicos e que perdura até hoje, mas o Infinito não pode se reduzir ao finito (aspecto humano). Assemelho esta condição a de um personagem de nossa história (não sei se verdadeira) chamado Diogo Álvares que preso pelos índios inflamou um pouco de aguardente e apontou para o rio. Resultado: o mesmo que os nossos antepassados e ele acabou casando com a filha do cacique.
    Pedro Cabral Cavalcanti – pcabralcavalcanti@gmail.com

    ResponderExcluir

Apimente você também

Artigos recentes