18 novembro 2009

Não coma gato por lebre!



Olá amigos do Pimentas!

Um horror! Está difícil até escrever sobre o assunto. Seria melhor ignorá-lo, mas cheguei à conclusão que se fizer isso estarei escondendo a cabeça na areia e deixando todo o corpo pra fora, feito avestruz.

Não à violência com os animais.



Não, Não. Comer cachorro e gato. É inadmissível. Aqui no Brasil não.

Mas isso acontece na Coréia do Sul e ainda mais na China.

Vão dizer é tradição. É nosso costume.

Na Coréia esse costume começou com a guerra, faltou comida e a saída era comer esses animais. Vá lá! Ou ele ou eu! Se bem que eu morreria de fome, mas comeria cachorro!

A guerra acabou, a Coréia continua dividida, os dois países convivem ao seu jeito, aos trancos e barrancos, comida não falta para nenhum dos dois, e nem para a China, que está se tornando a grande potencia comercial do século XXI. Então, o que era necessidade no passado, tornou-se tradição.


SEUL


Nada contra o povo coreano ou chinês, mas contra esse hábito lamentável.

Negos! Tradição lá, não cá. Esse é o grande mal do povo brasileiro, aceitamos a imposição de culturas esdrúxulas em nosso país. Nos adaptamos aos imigrantes, passando a conviver e até a adotar os mesmos hábitos, costumes ou tradições de outros povos. Somos grandes imitadores. Nada tenho contra imigrantes, sou brasileira descendente de europeus.

Copiamos tudo dos outros. De americanos então, nem se fale. Qualquer um chega aqui e mete o bedelho, e de cabeça baixa, sem nenhum respeito pelo que somos, pela nossa história, copiamos, e passamos a adotar como nossos. Olha os MC Donalds da vida ... e muitos outros. Meu medo é esse.

De repente começamos a achar normal comer cachorro e gato.



Essa semana que passou um abatedouro de animais, diga-se de cães e gatos, foi fechado. Vendiam a carne para restaurantes coreanos da cidade, de São Paulo. Caçavam pela cidade os animais abandonados, esperavam engordar e depois matavam cruelmente, para serem vendidos por 180,00 a 250,00 cada um.

Os cães eram mortos à pauladas, ou estrangulados lentamente, porque assim a carne se tornava afrodisíaca, e os gatos jogados dentro de calderão com água quente. Em alguns casos a pele do animal era retirada ainda vivo.


Vários restaurantes foram fechados que serviam a carne de cachorro e de gato como iguarias, cobrados R$ 250,00, ás vezes até mais.

Um outro fato está acontecendo às escuras referente aos nossos animais. Segundo a “Lei Anti Crimes Ambientais” é crime praticar ato de violência contra qualquer animal. Porém tramita no Congresso Nacional um projeto de Lei (PL 4.548/98) que visa acabar com essa proteção para os animais domésticos. Isso ai, aos animais domésticos!



Ao invés de evoluirmos estamos regredindo aos tempos do homem das cavernas.

O que está por trás dessa Lei? Quais os interesses estão sendo eleitos? Aonde vamos chegar?

Quem tiver a resposta, escreva para mim, precisamos defender nossos animais. Se você tem um cachorro e um gato, e por acaso ele fugir de casa e for pego por um desses loucos, já pensou?


E os outros?

Sabe que nem vou tomar meu Chandelle, estou com meu estômago enjoado.

Fui.

3 comentários:

  1. Que horror!
    Temos que combater essa crueldade!
    Querem comer cachorro e gato, vão pra China ou pra PQP!!!
    Eu fiquei com meu estômago embrulhado só de pensar nessa crueldade...

    ResponderExcluir
  2. Maria Terezinha (TE)18 de nov de 2009 13:39:00

    Vai ver eles comem até carne humana.

    ResponderExcluir
  3. “O que está por trás dessa Lei? Quais os interesses estão sendo eleitos? Aonde vamos chegar?”

    Eu também gostaria muito de saber quais são as respostas para essas perguntas.

    Meu Deus, quanta covardia. O que será que se passa no coração dessas pessoas?

    Ilse, parabéns pelo post, é o mínimo que podemos fazer para esses nossos companheirinhos de todas as horas.

    Um abraço!

    ResponderExcluir

Apimente você também

Artigos recentes