22 outubro 2009

Ser herói no Brasil - Desabafo e Homenagem!


Foto: Helicóptero abatido por traficantes no Rio de Janeiro!

A violência no Rio aumentou?
Como carioca afirmo categoricamente que não!
O que mudou, porque tantos falam hoje do que seria ignorado ontem?

R: O Rio não é mais uma  cidade inofensiva, é uma cidade que derrotou Chicago na disputa para a sede das olimpíadas... 

O fato de um helicóptero ter sido abatido no último dia 17, matando três PMs, não me surpreendeu.
Quem já viu o estrago que um tiro de fuzil 7,62 faz, tem até a impressão que demorou muito!

Mas eu não desejo aumentar o coro de vozes que profetizam o apocalipse para 2014 ou 2016.
Quero me ater ao que acho mais importante nessa história toda, pois na briga entre dois elefantes quem se ferra é a grama!
A grama nesse caso são os policiais desse país!
Que seguram o pepino de uma política governamental que ignora a educação e os investimentos de infraestrutura, os únicos capazes de mudar realmente a realidade de qualquer país!

O importante é que alguém fale por esses caras...


Nós perdemos sim,
perdemos três...
Três guerreiros,
Três homens decentes.
Três heróis,
Não usavam capa, nem tinham super-poderes.
Ganhavam mal,
viviam de forma simples,
admirados apenas por colegas abnegados e por seus familiares.
Trabalhavam incógnitos, muitas vezes na calada da noite, enquanto a maioria descansa.
E uma pergunta não quer calar:

O fato dos três mortos serem praças é uma fatalidade ou uma conseqüência?

Muitos não conhecem a realidade da caserna...
Nos quartéis, apesar de vestirem a mesma farda, existem os oficiais e os praças.
Aos praças está destinado o pior de tudo...
O pior salário, a pior missão, o maior risco, toda pressão e nenhum reconhecimento!
Os praças são a cara dos seus quartéis.
Suas atitudes é que geram elogios ou críticas aos seus Comandantes.
Sob os olhos implacáveis dos seus superiores e da sociedade, trabalham de forma anônima.
Carregam o peso de olhar os inimigos nos olhos!
Tentam manter a sobriedade, enquanto enfrentam uma realidade insólita.
Todos os dias estão frente a frente com a escória da sociedade.
E quando terminam sua jornada, ainda enfrentam um "bico", porque desejam dar uma vida digna às suas famílias.
Não podem demonstrar suas emoções...
Vítimas de uma hierarquia que muitas vezes serve de desculpa para a prática de injustiças e discriminações...

É, perdemos três desvalorizados praças...
Perdemos um Cabo e dois Soldados...

Perdemos três  heróis de verdade!!!

Descansem em paz!

Cb Izo Gomes Patrício,
SD Marcos Macedo e
SD Edinei Canavarro de Oliveira.





3 comentários:

  1. TE (Maria Terezinha)22 de out de 2009 11:41:00

    Adorei o texto! Parabéns!

    ResponderExcluir
  2. Sito muito pelas Familias e por esses jovens guerreiros que Deus os abençoe a todos.

    ResponderExcluir

Apimente você também

Artigos recentes