30 outubro 2009

Quase estupraram a moça loira.



Olá amigos do Pimentas!

Tem coisas que são difíceis de imaginar que aconteceram mesmo, parecem coisas da Idade Média, quando se faziam grandes fogueiras e nelas eram jogadas as bruxas, as putas, e os que eram contra o rei.

Mas esse fato aconteceu no último dia 22 de outubro, na Faculdade Uniban, em São Bernardo do Campo, uma cidade próxima de São Paulo, confira:



Uma das estudantes de Turismo, resolveu usar no campus da própria faculdade uma minisaia, que mal chegava às coxas. Até aí quase normal né! Tem tantas por ai!

Quando a moça começou a subir a rampa de acesso que vai até a sala de aula, claro ofereceu uma vista privilegiada de suas protuberosas redundâncias, aos marmanjos que se acumulavam embaixo, como se nunca tivessem visto uma mulher pelada.

Como cachorros quando seguem a cadela no cio, rodearam a universitária loira, e aos gritos e galanteios grosseiros, foram se empolgando cada vez mais até a ameaçarem de estupro.

Ela numa atitude de “defesa” correu e se trancou dentro de uma das salas.

Os demais alunos dentro das salas de aula ouvindo o alvoroço correram todos para os corredores , formando uma multidão, ameaçando invadir a sala onde estava a incauta garota, todos aos gritos e berros, histéricos.

“- Puta, puta, puta, a puta da faculdade!” . Todos numa só voz, homens e mulheres xingando.

A polícia foi chamada, e ela conseguiu sair da sala escoltada, mesmo ouvindo os gritos de puta.

No meio de tão grande tumulto, o repórter do blog Boteco Sujo, que por sorte estava lá, perguntou para um dos meninos que gritavam:

O que aconteceu? Por que isso?

- Eles estavam errados em querer estuprar a mina, mas ela provocou, né, véio? Então....

Mereceu? Ou eram um bando de bárbaros?



Fui!

8 comentários:

  1. MEU DEUS!!
    Faltou bom-senso de ambas as partes.
    Da moça loira ao ter ido com um micro-saia pra faculdade e dos débeis mentais por propor o estupro.
    Me admira isso ter ocorrido numa faculdade, onde imaginasse que as pessoas tem um nível maior de cultura.
    Causa revolta essas coisa.

    Ilse, parabéns pela sacada e pelo texto!!

    ResponderExcluir
  2. Ilse, realmente foi algo assustador e preocupante!

    Numa faculdade, onde acredita-se que as pessoas tenham um nível de discernimento melhor seria o último lugar que se esperaria tal atitude.

    Talvez o Danilo Gentili esteja certo, quando disse que faculdade é lugar pra beber, gandaia e fumar "cigarros que vc mesmo faz".

    Hoje tá tudo revirado, né?

    Aff...

    parabéns belo texto mocinha!

    ResponderExcluir
  3. Pode ter certeza de que, isoladamente, nenhum deles teria coragem de fazer o que fez. As pessoas que chamavam de puta, jamais o fariam se estivessem sozinhas. Os marmanjos hormonalmente afetados, nem se fala.
    Isso só prova que os jovens brasileiros estão cada vez mais velhos em seus julgamentos, pobres de espírito e fracos, totalmente dependente da massa pra conseguir reagir.

    ResponderExcluir
  4. Geraçãozinha careta essa que esta a vir por aí... Pobres vítimas de Jonas Brothers, RDB, Britney Spears, Miley Cyrus e etecéteras que posam de santos e bons moços mas que no fundo no fundo são uns panacas preconceitusos. Se a menina que dar, quer mostrar, dane-se a xeréca é dela e pronto. Nos EUA tinha um magrão que ia pra facul em Berkley peladásso, só de mochila, tenis e meião. Ninguém mexia com ele, ao contrário, saiam de perto pra não roçar... Realmente deprimente, do jeito que a carruagem anda vamos colocar saião, cabelão e entoar canticos de louvor.

    ResponderExcluir
  5. Como diria o George Carlin, "eu gosto dos seres humanos um a um... o problema é que eles se juntam... e quando é homem, então, só da m...". Homens andando em bando (ou melhor, nem precisam estar 'andando', né?) ativam o lado mais primitivo do cérebro, aquele mesmo que instiga à caça, à competitividade... e à cópula... a loira ainda provoca desse tanto... ficou barato pros 2 lados. Ainda bem.

    ResponderExcluir
  6. Stefânia Eugênio31 de out de 2009 12:24:00

    Como diz Boris casorio "ISSO É UMA VERGONHA".
    Estudantes que deveriam dar exemplo e saber respeitar o próximo.

    ResponderExcluir
  7. genet, vi nesse link o tal vestido.
    http://g1.globo.com/Noticias/SaoPaulo/0,,MUL1361469-5605,00.html
    Foi um puta exgaro dos caras da Uniban, quando li achei que era uma micro saia.

    ResponderExcluir
  8. Dificil falar sobre o que aconteceu ai. Não acho legal mostrar a bunda na Universidade mas isso é uma opção de cada um. Quem é mulher sabe que vestidos ou saias curtas podem causar esse tipo de transtorno, por isso algumas evitam usar quando vão ficar sentadas ou vão estar expostas. Acho que algumas mulheres sentem necessidade de se mostrar, como se a beleza delas estivessem nas coxas ou na bunda (cada um sabe de si). Mulheres vamos nos valorizar, nosso valor é bem maior que isso! Nada justifica a atitude dos colégas da moça loira, mas como foi dito aq, todos sabemos que seres humanos em bandos são bem escrotos quando querem! Esses jovens só me decepcionam mesmo, quando organizamos um protesto reivindicando algum direito vai meia duzia, no episódio da moça loira todos da Universidade participaram!! Ô Beleza!!!

    ResponderExcluir

Apimente você também

Artigos recentes